[RN] RELIGIÃO COMO JUSTIFICATIVA PARA SACRIFICAR ANIMAIS

outubro 29, 2011 § Deixe um comentário

AGORA, 28-10-2011

"SE OS MATADOUROS TIVESSEM PAREDES DE VIDRO, TODOS SERIAM VEGETARIANOS"

Foto: Reprodução

“Se os matadouros tivessem paredes de vidro, todos seriam vegetarianos”

Chendler Siqueira*

 

Frase alguma no mundo seria melhor para começar este artigo do que esta, do sábio Paul McCartney. É lamentável a situação ocorrida no cruzamento das ruas Casimiro de Abreu com a Augusto Duprat, na manhã de sábado, 22. Mas mais lamentável ainda é a hipocrisia da população carnívora que, desde o ocorrido, vem tecendo comentários totalmente “desfundamentados” sobre a religião de matriz africana.

Que a utilização de animais na dada situação é algo revoltante, com certeza é, mas vamos tentar não generalizar o uso dos mesmos nos sacrifícios ofertados pelos sacerdotes das nações afro no cumprimento de suas obrigações religiosas. Pois a grande parte desses críticos, para não dizer todos, desconhecem os preceitos e os fundamentos da religião em questão. Não devemos julgar e mal falar o que desconhecemos, tendo como base apenas nosso modo de ver e pensar. Ainda mais quando a discussão trata sobre uma das mais antigas religiões no Brasil.

A Constituição Federal assegura, através do artigo 5°, a liberdade de consciência e de crença, como também o livre exercício dos cultos religiosos, e garante, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e as suas liturgias. Com base na lei, fica concedido o direito de culto aos religiosos e suas liturgias não são inconstitucionais.

O ser humano necessita de um apoio, principalmente nas horas de crise. E esse apoio quase sempre é o meio religioso. Não que os deuses sejam uma bengala, mas é onde buscamos explicações de coisas que não sabemos explicar, coisas estas, muitas vezes, inexplicáveis. E ao elegermos uma religião como apta a sanar nossos questionamentos, nós a seguimos e compactuamos com ela. Seguimos seus preceitos e seus fundamentos com a finalidade de interligarmos nossos espíritos ao que julgamos entidades celestiais.

O sacrifício, a matança, nada mais é que esse meio de nos ligarmos a eles. Assim como o Catolicismo usa o óleo e a água para sua iniciação, nós, da matriz africana, usamos uma essência mais densa e mais vital, que é o sangue. Mas não matamos apenas para nos sacramentarmos, mas, sim, para confraternizarmos a carne sagrada do animal, cujo fluido denso nos serviu de elo de ligação entre a humanidade e o supremo. Nenhum animal morre simplesmente por seu sangue dentro da religião afro, a ingestão de sua carne no período de recolhimento para cumprimento de suas obrigações é essência ao ser humano. Assim como o fazendeiro mata o boi para o churrasco, o caipira mata a galinha para o almoço, nós, BATUQUEIROS, matamos nossos animais para comermos e partilharmos em nossas festas e obrigações.

Julgo ser um ato cruel a matança de animais para a retirada de seu couro, por exemplo, para fabricação de calçados, bolsas e jaquetas. Ou então o tratamento que se dá aos bovinos, aos ovinos, aos suínos e às aves em geral, que não podem ser criados soltos para que não enrijeçam seus músculos, a fim de venderem uma carne mais macia a seus consumidores. Por isso, a escolha da frase de McCartney no título.

E, por último, se insistirem em alegar que este é um método arcaico de se cultuar uma divindade, eu vos digo que melhor que continuemos com nossa metodologia dita “arcaica” do que evoluirmos a tal ponto de estarmos vendendo terrenos no céu, abusando sexualmente de crianças ou, então, desrespeitando o direito de escolha e liberdade do outro.

 

 

*Praticante da religião de matriz africana Jejê/Oyó, iniciado por Pai Naldo de Iansã

[i]

http://www.jornalagora.com.br/site/content/noticias/detalhe.php?e=5&n=19378

[É, a justificativa de sacrifícios (cruéis) de animais é a religião… Concordo com isso dos matadouros, é uma pena, também a crueldade em massa (que dizem "eutanásia)… Infelizmente, e faço "mea culpa" aqui, eu consumo carne de animais (queria não consumir), mas também acho que é "natural" se alimentar de carne de animais, sou bicho. Mesmo assim, com minha fraca desculpa, também acho que existe carnificina, mas não sei como esse paradoxo (para mim) poderia ser resolvido. Agora, matar por "religião"? Não tem nem "mea culpa".]

s0u4t3u via ateularia.posterous.com

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento [RN] RELIGIÃO COMO JUSTIFICATIVA PARA SACRIFICAR ANIMAIS no Ateularia.

Meta

%d blogueiros gostam disto: