[RN] PROFESSORA DE RELIGIÃO PRESA POR MENSAGENS ERÓTICAS COM ALUNO

novembro 1, 2011 § Deixe um comentário

O DIA, 31-10-2011

PROFESSORA DE RELIGIÃO É PRESA APÓS TROCAR MENSAGENS ERÓTICAS COM ALUNO

Londres (Inglaterra) – Uma professora de educação religiosa de um colégio católico da Inglaterra foi condenada a seis meses de prisão após trocar mensagens eróticas com um de seus alunos. Kathryn Roach, 24 anos, manteve a relação com o menino de 14 anos enquanto estava noiva de um professor. Não ocorreu envolvimento sexual entre Kathryn e o menino.

imgimgimgimg

s0u4t3u via ateularia.posterous.com

Anúncios

[RN] EX-PADRE: “ONDE A RELIGIÃO TERMINA?”

novembro 1, 2011 § Deixe um comentário

JORNAL DO COMÉRCIO, 31-10-2011

LIVRO PROMETE DEBATE A CERCA DA RELIGIÃO

Bruno Felin

MARCOS NAGELSTEIN/JC

Marcelo da Luz é autor de livro sobre crenças
Marcelo da Luz é autor de livro sobre crenças

Os debates acerca da religião costumam ser fervorosos, afinal, mexem com princípios muito particulares e com pensamentos que remetem à história da humanidade. O livro Onde a religião termina?, lançado na Feira do Livro pelo ex-padre católico Marcelo da Luz, entra justamente neste terreno perigoso e tenta desconstruir fundamentos das crenças religiosas. A obra pode ser encontrada na Praça da Alfândega.

Baseada nos estudos da conscienciologia propostos pelo pesquisador brasileiro Waldo Vieira (responsáveis por seu abandono da prática do sacerdócio), a obra apresenta argumentos relevantes quanto a supostas contradições na construção das religiões, às quais ele classifica como “enganos parapsíquicos”. Entre as teses defendidas pelo autor estão questões provocativas como a de que Jesus Cristo é apenas um mito, evangélicos são idólatras da Bíblia – para ele, um livro repleto de contradições e distorções – e o celibato causa infantilização, entre outros. Luz também aborda tabus históricos como a pedofilia e a homossexualidade, esta, segundo ele, bastante comum entre padres, obrigados a falar contra o que são – uma esquizofrenia do discurso cristão.

O autor explica que já alimentava uma série de dúvidas, mas “honestamente” acreditava na religião como um caminho menos pior. “A pesquisa mostrou que a vivência proposta pela religião, a discussão do sobrenatural, é possível a qualquer pessoa, qualquer consciência pode fazer uma experiência direta, sem intermediários”, prega ele. O tema da crítica à religião não é novidade. Autores como o biólogo britânico Richard Dawkins (autor do best-seller Deus é um delírio), o neurocientista americano Sam Harris (O fim da fé), e o jornalista britânico Christopher Hitchens (Deus não é grande) são exemplos conhecidos com produções semelhantes nos últimos anos. Marcelo da Luz as considera relevantes por trazerem o tema para debate, mas, segundo ele, os autores, por não conhecerem a mente religiosa “por dentro”, são mais agressivos, o que acaba causando o efeito contrário.
[i]
http://jcrs.uol.com.br/site/especial.php?codn=77404 s0u4t3u via ateularia.posterous.com

[RN] MPF: PARQUE GOSPEL É INCONSTITUCIONAL

outubro 30, 2011 § Deixe um comentário

THE CHRISTIAN POST, 29-10-2011
MPF DIZ QUE CONSTRUÇÃO DO PARQUE GOSPEL É INCONSTITUCIONAL

Oito dias após o governador do Acre, Tião Viana (PT), ter anunciado o seu projeto de construção de um Parque Gospel, foi instaurado um inquérito civil público para investigar a natureza do empreendimento.

A solicitação foi feita pelo promotor Anselmo Henrique Cordeiro Lopes, com a alegação de que obras feitas com dinheiro público e para uso exclusivo dos evangélicos, trata-se de uma ilegalidade, de acordo com o Ministério Público Federal, MPF, naquele Estado.

Segundo o projeto, o Parque Gospel terá ginásio, restaurante, piscina e ciclovia, e o valor da construção passaria dos 7 milhões de reais. Este custo seria dividido entre o governo do Estado, que arcaria com R$ 4,5 milhões e o restante viria de emendas de liberação de recursos do deputado evangélico Henrique Afonso Lima (PV-AC). Viana já se comprometeu em doar um terreno de 6 hectares para o parque, em uma área desapropriada para a construção de 10 mil casas populares.

O principal argumento contra a construção é a qualidade laica da constituição brasileira, que veda à União, aos Estados e Municípios o estabelecimento de cultos religiosos, ou igrejas,além do “financiamento ou a manutenção de alianças ou relações de dependência, ressalvadas as colaborações de interesse público", lembra Anselmo Henrique.

No entanto, o pastor Marco Mardine disse que o parque vai ser “um marco na história da comunidade evangélica não só do Acre, mas para todo o povo evangélico brasileiro”. O deputado e pastor Denilson Segóvia (PSC) também defendeu a obra dizendo que beneficiaria todas as denominações religiosas e resolveria um problema de espaço para encontros religiosos em Rio Branco. "Aqui nós temos os ginásios do Sesi, do Sesc e o Ginásio Coberto, onde sempre fica gente de fora. Não temos um espaço adequado".

Proporcionalmente,o Acre é o Estado mais pentecostal do Brasil, os evangélicos são 24,18% de acordo com o Novo Mapa das Religiões da Fundação Getúlio Vargas. Em Rio Branco, a proporção é de 28,43%. Mesmo assim, a repercussão contra a obra na internet foi muito grande.

Para tentar diminuir as manifestações, Viana declarou que o Parque seria aberto a todos, "macumba, candomblé, umbanda, o que quiserem fazer lá, eles [evangélicos] não teriam o menor problema com isso. O que eles estão reivindicando é que tenham a oportunidade de se reunir, porque não há espaço físico amplo na cidade".

Apesar de já ter causado polêmica, o projeto ainda não foi oficializado. O procurador Lopes informou que, se for confirmada a ilegalidade do empreendimento, o MPF recorrerá à Justiça com o governo do Acre.

[i]

http://portuguese.christianpost.com/noticias/20111029/mpf-diz-que-construcao-do-parque-gospel-e-inconstitucional/

[Brincadeira… em área desapropriada para construção de casas populares… palhaçada.] s0u4t3u via ateularia.posterous.com

[RN] BOLETIM DE OCORRÊNCIA POR “PERTURBAÇÃO PARANORMAL”

outubro 30, 2011 § Deixe um comentário

JORNAL DO POVO DE TRÊS LAGOAS, 28-10-2011
MULHER REGISTRA B. O. POR PERTURBAÇÃO PARANORMAL EM COXIM

Mulher registra B.O. por perturbação paranormal em Coxim
Da Redação

M.J.D.M., de 40 anos, registrou boletim de ocorrência como preservação de direito, na manhã desta quinta-feira (27), na Delegacia da Mulher, em Coxim. “M” relatou que há seis anos teve um relacionamento amoroso com um homem chamado Celso e que desde então não o vê, mas sente sua presença.

A mulher informou ainda que constantemente é perturbada por Celso: “Sinto a presença dele. Sinto algo entrando em mim, então sei que é a presença dele. Ele tem parte com o demônio”, contou “M”.

“M” afirmou que esta perturbada psicologicamente e que não consegue dormir. No trabalho e na escola sente essa perturbação classificada por ela como sobrenatural. A mulher disse que se sente ameaçada e acredita que Celso fez “macumba” para ela.

Conforme o boletim de ocorrência, a última vez “M” falou com Celso foi há dois anos por telefone, relatando o que na época já acontecia. Ele teria respondido que não estava perturbando e negou qualquer envolvimento com o caso.

Fonte: Dourados Informa

[i]

http://www.jptl.com.br/?pag=ver_noticia&id=42874

[Boletim de ocorrência como "preservação de direito(s)". Isso existe e assegura que esse tipo de B. O. seja registrado. Não sei por quê ela não foi num "terreiro", ou igreja, ou sei lá?!] s0u4t3u via ateularia.posterous.com

[RN] TRANSFORMAÇÃO DA FÉ EM PRODUTO

outubro 30, 2011 § Deixe um comentário

GNOTÍCIAS, 30-10-2011

EM ARTIGO, FAMOSO PASTOR CRITICA A TRANSFORMAÇÃO DA FÉ EM PRODUTO

Publicado por Tiago Chagas

Em artigo, famoso Pastor critica a transformação da fé em produto

Em um artigo publicado no Jornal Valor Econômico, o Pastor Ed René Kivitz, líder da Igreja Batista da Água Branca analisou que a fé foi transformada em produto: “Vivemos os dias da religião sob medida, montada por consciências individuais que misturam os ingredientes disponíveis nas prateleiras do mercador religioso”, escreveu Ed René.

No artigo, Ed René aborda o tema da experiência pessoal com Deus. Ele afirma que a sociedade passou a não se submeter mais aos dogmas religiosos e à interpretação bíblica de líderes. “A sociedade moderna não abandonou Deus, mas colocou seus intérpretes e seus representantes coletivos sob judice”.

Na Europa, a diminuição do cristianismo está ligada diretamente a mudança no padrão de qualidade de vida, e atualmente a igreja já não faz parte do cotidiano das pessoas. Outro fator que se soma a isso é o crescimento do islamismo, que acontece pela necessidade de mão de obra, importada de países com tradição islâmica.
O assunto tem chamado bastante atenção e será tema da conferência internacional “Valores da Europa”, organizada pela Universidade de Tilburg, Holanda. Teólogos, antropólogos e outros estudiosos participarão do evento, que terá dois temas centrais: religião e a diversidade étnica e cristãos X muçulmanos. “O discernimento pessoal e um olhar mais crítico nos levam a questionar os fundamentos da fé e as explicações religiosas do mundo”, avalia Fréderic Lenoir, sociólogo especializado em religião.

“A igreja é chata”. Segundo pesquisa desenvolvida durante cinco anos pelo Barna Group, com jovens, adultos, adolescentes, pastores evangélicos jovens e pastores mais idosos, um dos pontos que estão ligados ao declínio do cristianismo é a dificuldade de se comunicar com os jovens em uma linguagem que eles compreendam, e o fato de as igrejas se recusarem a debater assuntos polêmicos: 25% dos jovens entrevistados, com idade entre 18 e 29 anos, afirmaram que “os cristãos demonizam tudo que não tem a ver com a igreja”; 22% reclamaram do descaso da igreja com problemas da sociedade; 18% contaram que seus líderes parecem mais preocupados em “apontar impactos negativos de filmes, músicas e videogames” ao invés de tornar suas experiências com Deus mais intensas; 25% acreditam que “o cristianismo é contra a ciência”, e por fim, 30% declararam que “os cristãos parecem confiar no fato de que conhecem todas as respostas”. Em geral, o relatório da pesquisa aponta para o fato de que os jovens ficam com a nítida impressão de que a igreja não acolhe bem os questionamentos feitos por eles.

Essa pesquisa foi feita em países europeus, e, portanto, reflete a realidade de jovens que vivem em países de Primeiro Mundo. No artigo escrito por Ed René Kivitz, ele afirma que nos países de Terceiro Mundo “a religião nunca saiu de moda. Conceitos como modernidade e pós-modernidade passam longe dos dilemas de quem vive na miséria extrema”.

O aumento da população urbana também é um fator que influência nesse afastamento. Frédéric Lenoir ressalta que “nas cidades, as pessoas não conhecem o vizinho, os filhos vão estudar longe de casa e se distanciam dos moldes tradicionais. Esse tipo de comportamento fragiliza a transmissão da fé”.

A evolução científica, que trouxe mais conforto, porém não solucionou problemas como guerras, fome e justiça, Ed René analisa que na prática, o resultado é um grande prejuízo às tradições. “O saldo da modernidade é o rompimento com as instituições sociais religiosas e o abandono da pessoa à sua própria consciência e à mercê de sua liberdade”, Kivitz. Segundo ele, por esse motivo a sociedade, decepcionada com a modernidade e suas promessas “voltam a correr para as categorias do sagrado, do transcendente do divino”. Para o teólogo, “o atual retrato da fé permite a afirmação de que, se é verdade que as instituições religiosas estão abaladas, Deus continua vivo como sempre, e adorado – e idolatrado – como nunca”.

Fonte: Gospel+

[i]

http://noticias.gospelmais.com.br/em-artigo-famoso-pastor-critica-a-transformacao-da-fe-em-produto-26371.html

s0u4t3u via ateularia.posterous.com

[RN] QUAL O REAL VALOR DE UM AMULETO?

outubro 30, 2011 § Deixe um comentário

O esporte profissional nos Estados Unidos vivencia, nos últimos tempos, um “boom” de superstição entre os atletas. Jogadores de baseball, basquete e futebol americano estão dando o que falar devido ao uso de adereços e rituais de boa sorte. Diante de tantos amuletos, pesquisadores de uma faculdade no Texas se perguntaram: até que ponto esse costume pode servir para alguma coisa?

O campo de trabalho dos pesquisadores da Universidade Austin Peay State é extenso. Há jogadores que comem frango antes dos jogos, desenham símbolos indianos na quadra, ou usam determinada peça de roupa da sorte por baixo do uniforme, entre outras “loucuras”. A última mania é um colar feito de dentes de animais mortos, que caiu no gosto de vários atletas profissionais e amadores dos EUA.

Os pesquisadores fizeram testes psicológicos com 23 jogadores de baseball que têm algum tipo de superstição. Com cada atleta, foi feita uma análise comportamental antes dos jogos, além da medição do seu desempenho e segurança nas partidas. Foi observado, em linhas gerais, que a superstição realmente os ajudou a atuar melhor.

Se existe ou não alguma força oculta envolvida nos objetos, os pesquisadores se abstêm e deixam cada pessoa acreditar no que quiser. Mas o benefício comprovado está no quesito psicológico: um jogador entra mais calmo e confiante quando deposita suas esperanças de boa atuação em um objeto ou ação. Mesmo inconscientemente, a superstição desempenha um papel importante nesse sentido. [CNN]

[i]

http://hypescience.com/qual-o-real-valor-de-um-amuleto/

s0u4t3u via ateularia.posterous.com

[RN] PAI DE SANTO “EXPLICA” SACRIFÍCIOS DE ANIMAIS

outubro 30, 2011 § Deixe um comentário

JORNAL DA CIDADE, 30-10-2011

PAI HENRIQUE EXPLICA SACRIFÍCIO DE ANIMAIS EM RITOS RELIGIOSOS

Ritual religioso em terreiro de Umbanda e oferenda aos Orixás
Ritual religioso em terreiro de Umbanda e oferenda aos Orixás

Entrevista

O sacrifício de animais foi muito discutido nos últimos dias, por causa de um projeto  de lei que deu entrada na Assembleia Legislativa e que prevê a proibição do sacrifício de animais em rituais religiosos no Estado de São Paulo. O projeto nº 992/2011 foi apresentado na Assembleia Legislativa no dia 11 de outubro. A proposta, de autoria do deputado Feliciano Filho (PV), vem causando polêmica entre praticantes de religiões de origem africana e defensores dos animais.

Pai  Henrique, do Templo de Umbanda, afirma que, se a lei for aprovada, matará todas as religiões que usam o sacrifício em seus rituais. Ele explica que a prática tem toda uma simbologia para a Umbanda, porque é uma oferenda de vida aos Orixás. Segundo ele, como o sangue é vida, a oferta não pode ser feita com um animal morto.

JC – Em qual situação é feito o sacrifício de animais na Umbanda?

Pai Henrique – A Umbanda se caracteriza pela incorporação de entidades mantenedoras da vida em seus pontos de força. Esses que nos mantêm vivos. Por isso, fico à mercê da manifestação dessas entidades para que me outorguem a tal ato como utilização dessa bela energia, pois tudo que existe é belo, e tudo que é útil é maravilhoso e divino.

JC – Quem pode fazer o ritual?

Pai Henrique – Só aquele que respeita o sim e o não, o mais e o menos, o bonito e o feio, os prós e os contras, o branco e o preto, a noite e o dia e, por fim, a dor e o amor desse ato pode utilizá-lo na Umbanda. Lembremos que um mistério não pode ser compreendido quanto ao que vemos, mas sim pela necessidade e o sentir, pois mistério é mistério, se não seria oculto.

JC – Como é feita a escolha do animal a ser sacrificado?

Pai Henrique – Cada animal tem uma origem em matéria de idealização por Deus em um ponto de força. E esse tem todo o direito quanto a ele, de acordo com a entidade, daquele ponto ela determina, lembrando que na Umbanda essa energia não é habitual.

JC – Como você vê o projeto de lei que tramita na Assembleia Legislativa que proíbe o sacrifício de animais em rituais religiosos? Isso prejudica as religiões de matriz africana?

Pai Henrique – Quero primeiramente deixar bem claro que falo sobre Umbanda e respeito todo e qualquer ato de fé, pois a fé é algo que nos completa, dando um estado de preenchimento, além de nos dar um padrão que, se bem seguido, nos limita, para que não nos tornemos desumanos. Um ato de fé não pode ser prejulgado por ninguém, pois naquele momento o ser acredita estar com Deus e em seu ponto mais seguro. Se tirarmos isso, parecerá que o indivíduo cultua a obra do maligno, então ele se entenderá dessa forma ou lutará sem limite pelo Deus em que acredita. Em um país como o nosso, pluralista em matéria de religião, que não tem uma guerra interna enquanto 70% das guerras mundiais são de ordem religiosa, dependendo da decisão tomada, com certeza estaremos andando para trás. Na Umbanda, o uso do sangue não é corriqueiro, porém ela respeita aquele que com fundamento utiliza. Fundamentos esses passados de geração a geração, boca a boca, alma a alma.

JC – Sinta-se à vontade para fazer outros esclarecimentos a respeito da Umbanda e seus rituais.

Pai Henrique – Talvez com simples palavras não consiga explicar a grandeza da Umbanda. Umbanda é tudo que existe, até mesmo outras ordens religiosas, por ser a “caçula” tende a copiar as mais velhas, principalmente as que seguem uma tradição de culto à natureza. Ela tem cem anos aproximadamente, está ainda se formalizando e com um potencial magnífico, pois no momento todas as mais velhas estão nela. Mas o que realmente a identifica é a incorporação de espíritos mantenedores dos elementos que nos mantêm vivos. Por exemplo, um Caboclo do Sol, imagine um ser que mantém toda a ideia de por que o sol existiu, existirá e sempre vai existir. Esse é seu ponto de força. Quanto ele teria a nos educar. Umbanda é a ciência do interior das coisas, do amor, que aquilo se deu seja animado ou inanimado. E, como ainda não tem e talvez nunca terá uma literatura oficial que a identifique, existem os aproveitadores dessa fragilidade.

[i]

http://jornalcidade.uol.com.br/rioclaro/intervalo/religiao/83326-Pai-Henrique-explica-sacrificio-de-animais-em-ritos-religiosos

[Ainda bem que sou ateu… É muita besteira o que esse povo diz. Aliás, não dá pra entender quase nada, não faz sentido. Geralmente, não só com a Umbanda, o "nonsense" é usado como lógica!? "Caboclo do Sol"?! A "fé" dá um padrão?! "…entidades mantenedoras da vida em seus pontos de força…"?! Que loucura, heim?]

s0u4t3u via ateularia.posterous.com

%d blogueiros gostam disto: